Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

TRABALHAR PARA PAGAR IMPOSTOS

E-mail Imprimir

O contribuinte brasileiro pagou, entre o dia 1º de janeiro até às 19h de ontem, R$ 575,7 bilhões em impostos e tributos, segundo o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo, aplicativo que faz sucesso nas plataformas digitais. O valor arrecadado seria suficiente, por exemplo, para construir quase 12 milhões de postos policiais devidamente equipados, plantar 115.159.211.682 árvores, pagar 38.448 meses a conta de luz de todos os brasileiros, ou construir mais de 41.724.570 salas de aula equipadas.

Para custear o setor público, nas esferas federal, estadual e municipal, o brasileiro dedicará as horas trabalhadas entre 1º de janeiro até 29 de maio. O que equivale, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), a 4 meses e 29 dias "150 dias", que corresponde a um dia a mais do que em 2011. Em 2010, foram 148 dias; em 2009, 147 dias; e em 2008,148 dias. De acordo com estudo do IBPT, a quantidade de dias dobrou em relação à década de 1970, quando eram necessários 76 dias de trabalho para o pagamento dos impostos, tributos e contribuições.

João Eloi Olenike, presidente do IBPT, diz que o Brasil fica atrás apenas da Suécia, onde o contribuinte destina 185 dias para o pagamento dos tributos. Na França, são necessários 149 dias, enquanto nos EUA, 102 dias. O impostômetro que pode ser conferido no endereço www.impostometro.com.br, não pára e, por segundo , o brasileiro paga R$ 46,8 mil em impostos, taxas e contribuições até quando está dormindo.

Fonte: Correio Braziliense - 22/05/2012