Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

UGT REALIZA 17ª REUNIÃO PLENÁRIA DA EXECUTIVA NACIONAL

E-mail Imprimir

A 17ª Reunião Plenária da Executiva Nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), aconteceu nesta última segunda-feira (29) e terça-feira (30), em São Paulo, enfatiza a luta ugetista em prol da melhoria na qualidade de vida e o avanço dos direitos da classe trabalhadora.

O encontro reuniu presidentes estaduais da central e de entidades filiadas, para debater os caminhos que a UGT percorrerá no decorrer do ano de 2013. A FENACI- Federação Nacional dos Corretores de Imóveis foi representada na ocasião pelo seu ex-Presidente Carlos Alberto Schmitt de Azevedo, atual Secretário para Política de Habitação e Presidente da CNPL.
Segundo o presidente nacional da UGT, Ricardo Patah, ao longo dos seus seis anos de existência, a central sindical é a que mais se comprometeu, no Brasil, com os interesses da classe trabalhadora, pois não só atua nas questões relacionadas ao mundo do trabalho, nas relações entre patrão e empregado, mas também desenvolve ações que culminam na construção de políticas públicas de interesse da população. É a entidade que têm em sua composição o maior número de parlamentares comprometidos com os interesses da sociedade.

“Somos uma central que defende a classe trabalhadora, mas atuamos também na construção de políticas públicas. Apesar de desenvolvermos um bom trabalho em áreas como gênero e raça, mulheres, LGBT e acessibilidade, e de ter essas ações reconhecidas, é preciso avançar, principalmente, quando pensamos em melhorias no sistema de saúde, educação e segurança para a população”, explica Patah.

O encontro buscou, a nível nacional, reforçar o conceito da UGT como uma entidade plural, inovadora, cidadã e ética, visa levar a sindicatos de todas as regiões do país, a ideia de se construir um Brasil mais justo e igualitário, por meio de um sindicalismo diferenciado, dinâmico e atuante em todas as áreas de interesse da sociedade. “Não somos uma central chapa branca ou que defende um único partido político, nosso ideal é fortalecer as questões de interesse da classe trabalhadora, por isso temos que ser uma central mais política”, diz o presidente ugetista.
Constituição Federal

Neste ano de 2013, a UGT realizará, no segundo semestre, um seminário em comemoração aos 25 anos da Constituição Federal de 1988. Conhecida também como Constituição Cidadã, pois promoveu o fortalecimento da inclusão social e melhorou o acesso da população a serviços básicos como saúde e educação, entre outros avanços.

“A ideia é realizar um levantamento de todos os avanços que aconteceram com a promulgação da Carta Magna, juntamente com as proposta que não entraram em vigor nesse período e debater com a classe acadêmica, com especialistas e com a população em geral”, descreve Ricardo Patah.

Por Fábio Ramalho – UGT