Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

FENACI PARTICIPA DE SOLENIDADE PELOS 35 ANOS DA LEI QUE CONSOLIDOU PROFISSÃO DE CORRETOR DE IMÓVEIS

E-mail Imprimir

O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou na noite de 10/5, na Câmara Municipal de São Paulo, da sessão solene de comemoração dos 35 anos da regulamentação da lei que consolidou a profissão de corretor de imóveis no País.

A homenagem, feita por iniciativa do vereador Gilson Barreto e do Creci-SP, com a participação do Sciesp (Sindicato dos Corretores de Imóveis no Estado de São Paulo)  relembrou a luta em busca do reconhecimento oficial da categoria, que viria a ocorrer a 12 de maio de 1978 por conta da Lei 6.530, que juntamente com o Decreto 81.871/78, outorgou a carta sindical e consolidou a profissão de corretor de imóveis.

O reconhecimento da profissão, na verdade, ocorreu bem antes, quando, depois de muitas batalhas, a 27 de agosto de 1962, foi promulgada a Lei Federal 4.116. Desta data em diante adotou-se 27 de agosto como o Dia Nacional do Corretor de Imóveis. Infelizmente, pouco tempo depois, a lei foi revogada por falta de um currículo de formação profissional, tendo sido reiniciada a luta pelo reconhecimento da categoria, o que foi sedimentado com a Lei 6.530/78.

Diploma de Gratidão – Na oportunidade, foi feita também feita uma homenagem ao presidente do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), Antonio Gustavo Rodrigues, por seu relevante trabalho em prol da categoria. Ele foi agraciado com um Diploma de Gratidão da Câmara Municipal de São Paulo, assinado pelo vereador Gilson Barreto e pelo presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto.

Entre os presentes, além dos presidentes da Fenaci, Joaquim Ribeiro, do Creci-SP, Viana Neto, e do Coaf, Antonio Gustavo Rodrigues, lá estiveram o deputado federal Arnaldo Faria de Sá, o deputado estadual Fernando Capez, o presidente do Sciesp, Alexandre Tirelli, e o vice-presidente do Creci-SP, Walter Alves de Oliveira.

Em suas palavras, o presidente da Fenaci destacou a justeza das homenagens que se prestavam naquela noite e lembrou que 35 anos também é o tempo de sua carreira como corretor de imóveis.

“Nesse período pude constatar uma evolução muito grande. Se antes quem atuava na área tinha receio de até preencher a ficha do hotel como ‘corretor de imóveis’, hoje, nos diversos cursos ministrados pelas entidades deste segmento, nota-se uma procura intensa por parte de pessoas com ótimo grau de instrução e, inclusive, mais de uma graduação no currículo”, afirmou o presidente da Fenaci, destacando o trabalho que foi desenvolvido ao longo dos anos para a consolidação da profissão por dirigentes atuais e ex-dirigentes das várias entidades que envolvem o segmento.

Como uma prova desse empenho, Ribeiro destacou a recente decisão federal que devolveu aos corretores de imóveis a possibilidade de exercer a atividade de perito em avaliação imobiliária.  O presidente da Fenaci também ressaltou que a profissão está crescendo cada vez mais no País e que existe campo para isso.

“É uma profissão que tem muito a acrescentar ao desenvolvimento do País e que tem muito espaço para crescer em suas várias áreas de atuação. Hoje, no Brasil, somos 270 mil, dos quais 130 mil só no Estado de São Paulo e 38 mil na capital paulista”, contabilizou, lembrando que neste dia 15/5, na Câmara Municipal de São José do Rio Preto, também haverá uma homenagem semelhante à que aconteceu no Legislativo paulistano.