Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

AJUSTE DE PREÇOS NA CONSTRUÇÃO PODE GERAR MAIS NEGÓCIOS, PREVÊ PALESTRANTE DO FORECI

E-mail Imprimir

“O setor imobiliário tende a acompanhar a perspectiva de um desempenho melhor da economia, que o registrado no ano passado. O ajuste de preços da área da construção, a desaceleração dos aumentos, em geral, até mesmo com queda em alguns segmentos, pode alavancar a retomada de um maior volume de negócios.”

A afirmação é da jornalista Denise Campos de Toledo, uma das atrações do Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci), evento promovido pela Fenaci juntamente com os sindicatos filiados e entidades do setor e apoio de parceiros preferenciais, que acontece dia 2 de julho, no Bourbon Convention Ibirapuera, em São Paulo.

Para Denise, que entre outras atividades é comentarista de economia dos telejornais do SBT, “os preços, após um avanço muito forte até 2011, começam a se adequar mais à capacidade de compra dos consumidores”.

“A disponibilidade de financiamento – complementa a jornalista – deve ser melhor aproveitada, com preços mais compatíveis com a evolução da renda.”

Na mira do governo – Além disso, segundo Denise, um bom nível de atividade da construção e, consequentemente, da área imobiliária, como um todo, é um dos alvos do governo para tentar assegurar expansão mais forte da economia.

“O setor público tende a se empenhar em programas e liberações de recursos que agilizem os negócios. Se o segmento da construção vai bem isso tem reflexo sobre o setor imobiliário como um todo. Além da compra do primeiro imóvel, a troca é facilitada”, analisa a jornalista que, na rádio Jovem Pan, de São Paulo, apresenta diariamente o programa “Nosso Rico Dinheirinho”.

Denise destaca ainda o papel preponderante do corretor de imóveis no desenvolvimento do mercado imobiliário. “O corretor tem a função de facilitar a realização dos negócios, promovendo maior entendimento e proximidade entre os interessados na compra e na venda de imóveis, esclarecendo e viabilizando as condições para a realização dos negócios.”

Corretores: mais informação – Para tanto, a jornalista econômica destaca a importância da informação para os profissionais dessa área, que só no Estado de São Paulo são cerca de 130 mil.

“Eu acho que, muitas vezes, o corretor não tem informação suficiente sobre as regras e a legislação que envolvem a compra e a venda de imóveis, os financiamentos e, até, sobre as condições do próprio imóvel que está negociando. Não é um problema de formação, mas de informação. Muitos pensam apenas em acelerar as vendas, sem se preocupar em dar informações mais precisas para os interessados”, explica Denise, lembrando que esse é um ponto em que os profissionais desse mercado precisam se aprimorar.

Time de primeira – E informação e aprimoramento profissional são exatamente os pontos principais deste primeiro Foreci de 2013, que, além de Denise Campos de Toledo, reunirá como palestrantes os seguintes especialistas:

Teotonio Costa Rezende, diretor-executivo de Habitação da Caixa que abordará o tema Crédito Imobiliário e financiamento. Mestre em Gestão e Estratégia de Negócios, Teotonio é graduado em Economia, Administração de Empresas e Ciências Contábeis.

Doutora Mara Behlau, PhD, que, entre outras qualificações, é fonoaudióloga e consultora em Comunicação Humana. Ela, que  também é coach com especialização em executivos pelo Neuroleadership Group, abordará o tema Comunicação como ferramenta do sucesso.

Eduardo Terra, mestre em Administração, com ênfase em Negócios do Varejo, pela FEA-USP, que falará sobre O novo perfil do comprador de imóveis no Brasil. Professor dos Cursos de MBA e Pós Graduação de Varejo da FIA (Fundação Instituto de Administração), Terra aparece constantemente na mídia como autor de artigos sobre sua área de atuação. Tem também diversos livros publicados.

Inscreva-se já – As inscrições para o Foreci podem ser feitas on-line acessando www.foreci.com.br. Mais informações ligar para (11) 3875.0635 e (11) 3865.5354. É importante lembrar que as vagas são limitadas.