Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
E-mail Imprimir

“MENTALIDADE DE MUDANÇA”, PROPÕE PRESIDENTE DA
FENACI NA SOLENIDADE DE POSSE DA NOVA DIRETORIA

“Mentalidade de mudança e mudança de mentalidade são conceitos que sempre me acompanharam e que também nortearão o meu mandato e o de minha diretoria à frente da Fenaci. O futuro, claro, é incerto, mas sempre será possível idealizá-lo, se no presente soubermos recriar nossas melhores experiências.”

Com esta proposta o novo presidente da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis, Joaquim Ribeiro, e os integrantes da diretoria para o triênio 2013-2016 foram solenemente empossados na noite de 1º de julho, em São Paulo, em evento realizado no Bourbon Convention Ibirapuera, que reuniu dirigentes dos 26 sindicatos filiados à Fenaci, de entidades voltadas ao segmento e ao mercado imobiliário nacional e internacional, bem como autoridades e representantes do mundo político.

Corretor de imóveis há 35 anos, o paulista de São José do Rio Preto, Joaquim Antonio Mendonça Ribeiro, recebeu o cargo de presidente da Fenaci das mãos do gaúcho Carlos Alberto Schmitt de Azevedo, fundador da entidade.

Schmitt, que tem em seu currículo dezenas de honrarias por conta de seu trabalho em prol da categoria dos corretores de imóveis, é atualmente presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL).

Joaquim Ribeiro, 57 anos, autor de dois livros voltados à sua área de atuação, é pós-graduado em Negócios Imobiliários pela Faap-SP. Já foi presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Sciesp), presidente e fundador da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário (ABMI) e participou também, em 1986, da fundação da Fenaci, onde exerceu mandatos como vice-presidente.

Após assinar o termo de posse como presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro chamou ao palco os novos diretores da entidade para o juramento e a diplomação.

Já devidamente empossado, Joaquim Ribeiro entregou ao presidente anterior, Carlos Alberto Schmitt de Azevedo uma escultura de Yutaka Toyota, artista japonês radicado na cidade de São Paulo que trabalha com arte cinética.

Fizeram uso da palavra na ocasião além do ex-presidente e do novo presidente da entidade, o secretário-geral da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Canindé Pegado; os deputados federais Arnaldo Faria de Sá e Guilherme Campos. Os pronunciamentos foram encerrados pelo presidente do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Sistema Cofeci-Creci), João Teodoro da Silva.

Aprimoramento constante – Em seu discurso, o novo presidente da Fenaci, destacou a importância do corretor de imóveis no contexto da indústria da construção civil e do mercado imobiliário, reafirmando sua disposição e da diretoria de trabalhar pelo aprimoramento deste profissional que hoje já pode ser encarado como um verdadeiro consultor de bons negócios.

“Durante o ano todo, os Fóruns Regionais dos Profissionais Corretores de Imóveis vão acontecer nas principais capitais do Brasil e também já estamos pensando no próximo Conaci – Congresso Nacional de Corretores de Imóveis –, que vamos realizar entre 4 e 7 de maio de 2014, em Maceió, Alagoas

Ainda no âmbito da preparação e do aprimoramento dos profissionais corretores de imóveis, Ribeiro afirmou que pretende “incrementar a atuação da Unimóveis Brasil, a universidade corporativa do segmento, para o que vamos fazer um trabalho individual, envolvendo os 26 sindicatos País afora que são filiados à Fenaci”.

“A ideia é que cada sindicato leve ao corretor na base mais cultura, mais tecnologia, o ensinamento na área jurídica, na área contábil, na área econômica, na área de avaliação de imóveis, enfim tudo aquilo que o corretor precisa, porque atualmente ele tem muitas responsabilidades perante o Código Civil.”

Do lado internacional, o novo presidente  afirmou que a Fenaci vai incentivar a participação em eventos de outros países, como o Congresso da National Association Realtors (NAR), nos EUA, e o Icrea (Consórcio Internacional de Profissões Imobiliárias), bem como trazer cursos como o Transnational Referral Certification (TRC), que habilita o corretor a fazer operações e negociações internacionais.

Ética e lisura de conduta – Já no campo político, a nova diretoria, segundo o presidente, vai trabalhar pela aprovação de projetos que interessam ao segmento, como o enquadramento do corretor no Simples Nacional, “possibilitando sua inclusão como Microempreendedor Individual, o que facilitaria a vida de muitos corretores autônomos que atuam no País”, frisou.

Resumindo, Joaquim Ribeiro, ressaltou que “à frente da Fenaci vamos batalhar para que o corretor de imóveis cada vez mais tenha entendimento não só do mercado imobiliário, das novas tecnologias que surgem do dia para a noite, mas que tenha discernimento também sobre os produtos ofertados pelas instituições de crédito, no sentido de orientar o cliente a escolher o produto que caiba no seu bolso, fazendo com aquilo que é o sonho de uma vida inteira para inúmeras famílias não se transforme num pesadelo”.

“Tudo isso”, concluiu, “sem perder vista o objetivo principal da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis, que é lutar pela valorização de seus profissionais, pela sua formação técnica, mantendo-se sempre total atenção aos princípios de ética e de lisura de conduta”.

Veja a seguir a composição completa da diretoria da Fenaci para o triênio 2013-2016:

JOAQUIM ANTONIO MENDONÇA RIBEIRO    - Presidente (SP)
JOSÉ MARIA CAVALCANTE LIMA -1º Vice-Presidente (CE)
ELIENE DE FREITAS SOUSA - 2º Vice-Presidente (BA)
GERALDO FRANCISCO DO NASCIMENTO - Vice-Presidente Região Centro-Oeste    (DF)
PIERRE LAFFITTE DA SILVA - Vice-Presidente Região Nordeste (AL)
JANE PICANÇO DE FARIAS -Vice-Presidente Região Norte (AM)
ALEXANDRE MARQUES TIRELLI – Vice-Presidente Região Sudeste (SP)
ANTÔNIO MOSER - Vice-Presidente Região Sul (SC)
PAULO RODRIGUES DE SOUZA FILHO - Vice-Presidente Administrativo    (PE)
JAMES ANTONIO GOMES - Diretor Administrativo    (MS)
ANTONIO ROSA DE MESQUITA - Vice-Presidente Financeiro    (GO)
DANIEL FUZETTO - Diretor Financeiro    (PR)
ARY BARBOSA BASTOS Vice-Presidente para Assuntos Pedagógicos (ES)
ANTÔNIO MARIA SANTOS SOUSA - Diretor para Assuntos Pedagógicos (PA)
EGYDIO ANDREZA DOS SANTOS - Vice-Presidente para Assuntos Legislativos (RIO)
MARCO AURÉLIO DINIZ FERREIRA - Diretor para Assuntos Legislativos (MA)
SIDNEY ANTÔNIO DA FONTOURA GOMES     - Vice-Presidente de Relações Sindicais    (RS)
NELSON LUIZ JUCHEM - Diretor de Relações Sindicais    (RO)
PASCOAL ANSELMO SANTIAGO - Diretor de Avaliações Imobiliárias (MG)
UBIRAJARA MARQUES DE ALMEIDA LIMA JÚNIOR - Diretor de Patrimônio (PB)
PAULO CÉSAR DIAS DE SOUZA - Diretor de Relações Públicas (MG)
WALTER APARECIDO LEITE JÚNIOR - Diretor de Convênios (MS)

CONSELHO FISCAL – EFETIVOS
MARCO ANTONIO BACARIN (Lond./PR)
EDEGAR MOHR    (SC)
ANTONIO DA ROCHA E SOUZA    (Est./RJ)

CONSELHO FISCAL – SUPLENTES
GERALDO SOARES DIAS    (SE)
JOSIAS FRANCISCO DOS SANTOS (PETR./RJ)
ONILDO JOSÉ DA ROCHA MENDES (RN)

DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO AO CONSELHO DELIBERATIVO DA CNPL – EFETIVOS
CARLOS ALBERTO SCHMITT DE AZEVEDO (RS)
ANTONIO DA ROCHA E SOUZA    (EST./RJ)

DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO AO CONSELHO DELIBERATIVO DA CNPL – SUPLENTES
EDUARDO COELHO SEIXO DE BRITTO (GO)
EGYDIO ANDREZA DOS SANTOS (RIO)

“MENTALIDADE DE MUDANÇA”, PROPÕE PRESIDENTE DA

FENACI NA SOLENIDADE DE POSSE DA NOVA DIRETORIA