Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
E-mail Imprimir

FORECI DE GOIÂNIA FOI PRESTIGIADO POR
AUTORIDADES DOS TRÊS NÍVEIS DE GOVERNO

Autoridades dos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – estiveram representadas na abertura do Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci), que aconteceu em Goiânia (GO), nos dias 1 e 2 de agosto, promovido pela Fenaci conjuntamente com os sindicatos filiados e entidades do setor e apoio de parceiros preferenciais.

Arquivaldo Bites Leão Leite, superintendente do Ministério do Trabalho e Emprego em Goiás, representou o ministro do Trabalho e Emprego do Brasil, Manoel Dias; João Balestra, secretário de Estado das Cidades, o governador de Goiás, Marconi Perillo; José Geraldo Freire, secretário municipal da Indústria e Comércio, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia; e o vereador Anselmo Pereira da Silva, a Câmara Municipal de Goiânia.

A abertura foi feita pela presidente do Sindimóveis-GO, Lucimar Alves Elias, que é a primeira mulher a dirigir o sindicato dos corretores de imóveis de Goiás. Ela disse estar feliz por ter participado pela primeira vez do Foreci e destacou a importância do Fórum como agregador de conhecimentos imprescindíveis para o dia a dia dos profissionais de corretagem imobiliária.

“Resolvemos fazer o Fórum para incentivar o corretor de imóveis a trabalhar de uma forma diferente, de uma forma acirrada e para que possam levar a cada um dos seus clientes a informação de que o Brasil passa por um momento diferente. Um momento de mudança, e a mudança está em cada um de nós”, destacou.

Oscar Hugo Monteiro Guimarães, presidente do Creci-GO 5ª Região, cuja sede – o Palácio dos Colibris – serviu de palco para o Foreci Goiânia, enfatizou a necessidade permanente de união e sintonia entre os corretores de imóveis de todo o Brasil, “para que possamos cada vez mais elevar a nossa profissão, a categoria, mostrando para a sociedade que somos profissionais preparados, éticos, e dispostos a servi-los na aquisição de seus bens imóveis tanto para moradia como para investimento”.

Representando João Teodoro da Silva, presidente do Cofeci (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis), Hermes Rodrigues de Alcântara Filho, presidente do Creci 8ª Região DF, destacou que o Foreci é sempre uma oportunidade ímpar para se obter conhecimentos, que fazem diferença no exercício da profissão. “A profissão de corretor de imóveis se baseia em três colunas. A ética em relação ao nosso colega, ao nosso cliente – a razão da existência da nossa profissão –; o conhecimento, que é o que nós estamos aqui buscando, e também à perseverança”, afirmou.

A BOLA DA VEZ – Falando em nome do governador goiano, Marconi Pirilo, o secretário de Estado das Cidades, João Balestra, ressaltou a relação intrínseca que existe entre o corretor de imóveis e o mercado imobiliário e disse que as autoridades estão sempre atentas às necessidades da categoria.

“O avanço exponencial desse mercado depende em larga escala da categoria dos corretores de imóveis. Por isso é fundamental que vocês adotem a mesma estratégia que o governo vem adotando nos últimos anos. Trabalhar com criatividade, inteligência e proatividade, buscando sempre novos conhecimentos e habilidades.  Com a aproximação da Copa de 2014, esse mercado será a bola da vez para grandes investimentos. Tenham certeza de que a economia vai exigir muito de vocês, corretores.”

Representando o ministro do Trabalho e Emprego do Brasil, Manoel Dias, o superintendente do Ministério do Trabalho e Emprego em Goiás, Arquivaldo Bites Leão Leite, comentou o avanço em termos de política habitacional no País.

“O momento que estamos passando no Brasil, talvez para os corretores de imóveis seja um dos momentos mais auspiciosos de todos os tempos. Tenho 58 anos, me lembro de política da década de 1970 para cá. Mas não me recordo de ter um programa para possibilitar ao trabalhador em geral, adquirir a sua casa, através de financiamento público, de uma forma tão direta, tão autônoma, sem a necessidade de padrinho político”, disse, referindo-se Minha Casa, Minha Vida.

Segundo Leão Leite, só no Estado de Goiás, as unidades habitacionais em construção com verbas do programa Minha Casa, Minha Vida, totalizam 5.607 moradias.

“E isso significa que são 5.607 unidades que vocês, corretores de imóveis, estão encarregados de vender”, afirmou, lembrando um outro número que, segundo ele, mostra que a “economia está girando”: somente em 2013 foram criados 56 mil novos postos de trabalho no Estado de Goiás.

Carlos Alberto Schmitt de Azevedo, presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL), primeiro corretor de imóveis a comandar a entidade, afirmou que a ocasião era extremamente oportuna para um debate sobre a profissão, “mas fundamentalmente pelo momento político que nós estamos vivendo”.

“O povo está saindo às ruas e está dizendo o que quer, está pautando as discussões. Discussões estas que não eram pautadas pela classe política, e tanto o Legislativo como o Executivo estão se dando conta da necessidade de ouvir as ruas. Então numa época como essa é preciso que a gente tente, não só pela questão profissional que estaremos debatendo aqui hoje, mas fundamentalmente para que possamos fazer uma reflexão sobre o momento político que o Brasil está passando.”

Os pronunciamentos foram encerrados pelo presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, que também enfatizou a necessidade de o corretor de imóveis estar sempre antenado com o mundo.

“Como disse aqui o presidente Hugo, a gente já sabe o que fazer, mas precisa aprimorar. Os corretores de imóveis hoje são quase todos iguais pela tecnologia que existe, mas é como numa corrida de cavalo, onde muitas vezes se ganha por um focinho. Nós ganhamos pelo detalhe, que é o que vai fazer a diferença, e o que a gente precisa buscar constantemente, por meio de aprimoramento, aperfeiçoamento. Cada dia mais é preciso ver o corretor como um consultor de imóveis, aquele que sabe de tudo um pouco.”

PRÓXIMO FORECI – O presidente Joaquim Ribeiro aproveitou a oportunidade para convidar os presentes para o próximo Foreci, que acontecerá em Porto Alegre (RS), nos dias 26 e 27 de agosto, no Hotel Plaza São Rafael, como parte da 39ª Semana do Corretor de Imóveis, que será realizada na capital gaúcha entre os dias 25 de agosto e 1º de setembro. A Semana ainda incluirá o 1º Congaci – Congresso Gaúcho de Corretores de Imóveis.

Além das pessoas mencionadas acima, a mesa de abertura dos trabalhos contou também com Marcelo Baiocchi Carneiro, presidente do Secovi-GO.

PRESIDENTES DE SINDICATOS – Participaram também do Foreci de Goiânia, os seguintes presidentes de sindicatos de corretores de imóveis ligados à Fenaci: Pierre Laffitte da Silva, Alagoas; Almir de Mendonça Taveira, Amazonas; Maria Cristina Barbosa, Ceará; Geraldo Francisco Nascimento, Distrito Federal; Marco Antonio Bacarin, Londrina (PR); Marco Aurélio Diniz Ferreira, Maranhão; James Antonio Gomes, Mato Grosso do Sul; Daniel Fuzzeto, Paraná; Paulo Jorge Gonçalves dos Santos, Pernambuco; Antonio da Rocha e Souza, Estado do Rio de Janeiro; e Antonio Moser, Santa Catarina.

Os presidentes de sindicatos filiados à Fenaci participaram de uma reunião com o presidente Joaquim Ribeiro. Veja fotos da reunião acessando [fotos].