Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

PESQUISA MOSTRA QUE O AUMENTO DE PREÇOS
PREOCUPA MAS NÃO IMPEDE COMPRA DE IMÓVEIS

A alta dos preços tem preocupado os que pretendem comprar um imóvel, mas não os impede de comprar, aponta pesquisa que inicia série histórica que será construída à partir das percepções dos consumidores com a finalidade de gerar um dado complementar às análises econômicas sobre o mercado imobiliário.

A pesquisa realizada pela a Ricam Consultoria e o instituto ILUMEO com 1.455 brasileiros entre os dias 18 e 19 de novembro em todos os Estados revela que 70% dos brasileiros consideram que os preços dos imóveis estão muito altos, mas somente 16% declararam que desistirão de comprar um imóvel devido ao preço.

"Saber que os preços estão altos, muitas vezes, não é suficiente para conter o desejo dos consumidores. No caso do imóvel, se trata de um projeto de vida para muitas pessoas. Por isso, tão poucas declaram que desistirão de comprá-lo" comenta o professor de Marketing da USP e diretor da ILUMEO, Otávio Freire.

PREFERÊNCIA PELOS NOVOS – Entre os entrevistados que possuem interesse em comprar um imóvel, 46% têm planos de curto prazo e pretendem realizar a compra nos próximos dois anos. Somente 16% acreditam que não há oportunidades de compras de imóveis com bons preços atualmente.

Com relação ao comportamento de compra, 64% das pessoas que pretendem comprar um imóvel, preferem comprá-lo novo, ao invés de um usado. Em relação à forma de pagamento, 89% dos brasileiros pretendem financiar, sendo que 61% dos que pretendem financiar, planejam dar entrada de até 20% no valor do imóvel.

 "A maioria dos interessados em comprar imóveis acha que os preços estão muito altos, mas como acredita que eles estão subindo e subirão mais, continua interessada na compra desde que haja disponibilidade de financiamento, até porque ainda não possui um imóvel próprio" comenta o economista e presidente da Ricam Consultoria, Ricardo Amorim.

QUE BOLHA? – O termo bolha imobiliária também foi abordado na pesquisa. Ele ainda é pouco conhecido, sendo que 74% dos brasileiros não sabem seu significado e 60% nunca ouviu falar nisso.

Segundo os autores da pesquisa, a conclusão é que mesmo com a percepção de altos preços e a preocupação na continuidade deste aumento, a maioria dos brasileiros continua seguindo com seus planos de compra do imóvel próprio.