Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

“VALOR ECONÔMICO” PUBLICA CARTA DO PRESIDENTE
DA FENACI CRITICANDO REFERÊNCIA A CORRETORES

Sem entrar no mérito do texto assinado pelo repórter Fernando Torres, na editoria de Finanças do “Valor Econômico” de 27/1 (“A prova dos nove para a ‘bolha’ imobiliária”), o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, enviou carta ao jornal protestando contra uma injusta referência à categoria dos profissionais corretores de imóveis.

A carta do presidente da Fenaci diz respeito ao trecho onde o jornalista, ao abordar a questão dos “distratos”, que estariam ocorrendo em grande número, afirma:

“O descompasso do modelo de análise de crédito usado por corretores de imóveis, interessados na gorda comissão de 6% recebida no momento da venda, e bancos que financiam os compradores após a entrega das chaves, bem mais rigorosos, também não ajuda”.

LEIA A ÍNTEGRA – Confira a resposta do presidente Joaquim Ribeiro, publicada na edição de hoje do jornal na seção “Cartas de Leitores”, na página A13, editoria “Opinião”:

A respeito da coluna do jornalista Fernando Torres, publicada em 27/1, com o título “A prova dos nove para a ‘bolha’ imobiliária”, gostaríamos de registrar a nossa indignação com a despropositada referência feita à categoria dos corretores de imóveis.

Dizer que o corretor de imóveis é movido unicamente pela comissão é uma afirmação equivocada, que não encontra eco nos dias de hoje. Estamos falando de uma categoria em que 65% dos profissionais têm nível universitário. Os corretores de imóveis – cerca de 300 mil no País – são hoje profissionais que se aprimoram cada vez mais, não só para se valer dos constantes avanços tecnológicos como para fidelizar seus clientes, pois sabem que têm que atuar como bem preparados consultores.

Mesmo que alguns poucos façam o que supõe o repórter, não se pode afirmar que a culpa pelos contratos desfeitos seja dos corretores de imóveis.

Joaquim Ribeiro, presidente da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis