Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

BB FINANCIARÁ ATÉ 90% DA CASA PRÓPRIA COM JUROS
DE 9%.  NOTÍCIA FOI DADA EM 1ª MÃO EM REUNIÃO DA FENACI

 
A boa-nova anunciada pelo Banco do Brasil ontem (22/7) foi antecipada pelo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, no dia 24/6, em Brasília, quando prestigiou a Assembleia Geral Ordinária da Fenaci, juntamente com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab. Trata-se de uma nova linha de crédito para compra da casa própria, onde o banco financia até 90% do valor do imóvel novo ou usado (para imóveis de até R$ 400 mil), em até 30 anos, com taxa de juros de 9% ao ano.

A linha, chamada de Pró-Cotista, usa recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Esse tipo de financiamento só está disponível para quem tem conta ativa no FGTS e um mínimo de 36 contribuições ao fundo, seguidas ou não. Se não tiver conta ativa no FGTS, é preciso que seu saldo total no fundo seja igual ou maior que 10% do valor do imóvel ou da escritura, o que for maior.

As condições desse tipo de crédito foram definidas em maio pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No dia 24/6, quando prestigiou a Assembleia Geral da Fenaci, em Brasília, o ministro Manoel Dias, do Trabalho, antecipou a notícia:

“Nós estamos batendo o recorde de investimentos neste ano. Através do FGTS, estão sendo colocados no mercado em torno de R$ 130 bilhões. São R$ 78 bilhões para construção de casa própria para a população de baixa renda, mais R$ 10 bilhões para um programa que criamos chamado Pró-Cotista, porque nós temos um setor de trabalhadores que têm uma renda familiar muito alta, de R$ 5 mil a R$ 10 mil, o que permite que eles tenham acesso a empréstimos de maior valor. Então criamos uma outra faixa, de até R$ 400 mil, com juros subsidiados, porque só podem tomar esse empréstimo, os trabalhadores contribuintes do FGTS.”
 
R$ 1 BILHÃO NO MERCADO – A estimativa do BB é disponibilizar cerca R$ 1 bilhão para novas operações. O Banco do Brasil identificou 2,2 milhões de clientes que reúnem condições para se habilitar ao financiamento imobiliário por essa linha. A carteira de crédito imobiliário do banco atingiu, em abril, R$ 42,06 bilhões, crescimento de 45,9% em 12 meses.

Para o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, a nova linha de crédito do BB “chega num momento crítico para o mercado de imóveis e, com certeza, vai dar um excelente impulso aos negócios imobiliários. Para os corretores de imóveis, que nunca perdem o pique e estão sempre em busca de saídas para realizar o sonho da casa própria de milhões de brasileiros, a notícia traz ainda mais ânimo e entusiasmo”, comemora.