Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

2015: UM ANO BEM DIFÍCIL, MAS COM MUITAS INICIATIVAS E
REALIZAÇÕES DA FENACI E DOS CORRETORES DE IMÓVEIS

O ano que está prestes a terminar, por conta dos desarranjos político-econômicos vividos pelo País, não foi nada bom para uma série de setores, em especial para o mercado imobiliário, matéria-prima dos corretores de imóveis. Sintomaticamente, a primeira entrevista do ano dada pelo presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, foi sobre o aumento de juros para financiamentos habitacionais da Caixa, instituição líder no segmento de crédito imobiliário no Brasil.

À parte o cenário desfavorável, que foi crescendo no decorrer do ano, a Fenaci e os sindicatos a ela filiados não deixaram de trabalhar no sentido de buscar saídas, promovendo e participando de eventos, apresentando propostas e ouvindo especialistas. Tudo isso você pode conferir abaixo, na Retrospectiva 2015, onde estão reunidos os fatos marcantes para a categoria no ano que se finda.

Leia, reflita e se inspire para buscar o melhor em 2016.

JANEIRO

JUROS DA CAIXA SOBEM – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, foi entrevistado dia, 15/1, pela CNT de Brasília, sobre o aumento dos juros que acabara de ser anunciado pela Caixa para financiamentos imobiliários. A reportagem foi ao ar às 22h30 no CNT Jornal.

CORRETOR ASSOCIADO VIRA LEI – Foi sancionado no dia 19/1 o dispositivo legal que em substituição ao Projeto de Lei da Câmara 96/14, vetado pela Presidência da República, estabeleceu a figura do corretor associado. Excluída a regra da contribuição sindical, o texto sancionado via Medida Provisória 656/2014, transformada no Projeto de Lei de Conversão (PLV) 18/2014, contemplou o registro do contrato no sindicato e a assistência da entidade sindical.

No artigo 139 da Lei 13.097/15, ficou regulamentada a possibilidade de o corretor de imóveis poder associar-se a uma ou mais imobiliárias, “mantendo sua autonomia profissional, sem qualquer outro vínculo, inclusive empregatício e previdenciário, mediante contrato de associação específico, registrado no Sindicato dos Corretores de Imóveis ou, onde não houver sindicato instalado, registrado nas delegacias da Federação Nacional de Corretores de Imóveis”.

 “Trata-se, sem dúvida, de uma grande vitória da categoria, fruto do empenho de todos, em especial da diretoria da Federação e dos presidentes de sindicatos de corretores de imóveis de todo o Brasil. O corretor associado é uma conquista que atende uma antiga reivindicação da categoria e nos renova o ânimo para novas empreitadas em prol do profissional corretor de imóveis”, comentou o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro.

COM O SENADOR ALOYSIO NUNES – Presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, com o senador paulista Aloysio Nunes, que em 26/1 proferiu aplaudidíssima palestra na Associação Comercial e Empresarial de São José do Rio Preto (Acirp)

CORRETOR NO SIMPLES – A coluna Conexão Fenaci de janeiro, no jornal “O Estado de S. Paulo”, trouxe orientações detalhadas sobre abertura de firma e inclusão do corretor de imóveis no Simples Nacional. Foi comentada ainda a mais nova conquista da categoria: a lei que regulamenta o corretor associado.

FEVEREIRO

CARTA NO VALOR – Sem entrar no mérito do texto assinado pelo repórter Fernando Torres, na editoria de Finanças do “Valor Econômico” de 27/1 (“A prova dos nove para a ‘bolha’ imobiliária”), o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, enviou carta ao jornal protestando contra uma injusta referência à categoria dos profissionais corretores de imóveis. A carta do presidente da Fenaci, publicada na edição de 5/2 do jornal, na seção “Cartas de Leitores”, página A13, editoria “Opinião”, referiu-se ao trecho onde o jornalista, ao abordar a questão dos “distratos”, que estariam ocorrendo em grande número, afirmava que “o descompasso do modelo de análise de crédito usado por corretores de imóveis, interessados na gorda comissão de 6% recebida no momento da venda, e bancos que financiam os compradores após a entrega das chaves, bem mais rigorosos, também não ajuda”. Na carta o presidente assim justificou a indignação da categoria.

“Dizer que o corretor de imóveis é movido unicamente pela comissão é uma afirmação equivocada, que não encontra eco nos dias de hoje. Estamos falando de uma categoria em que 65% dos profissionais têm nível universitário. Os corretores de imóveis – cerca de 300 mil no País – são hoje profissionais que se aprimoram cada vez mais, não só para se valer dos constantes avanços tecnológicos como para fidelizar seus clientes, pois sabem que têm que atuar como bem preparados consultores. Mesmo que alguns poucos façam o que supõe o repórter, não se pode afirmar que a culpa pelos contratos desfeitos seja dos corretores de imóveis.”

MESA-REDONDA EM GOIÂNIA – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou dia 23/2, em Goiânia (GO), de mesa-redonda que fez parte 1º Seminário do Mercado Imobiliário, evento que teve como temas o papel das pesquisas no mercado imobiliário, o balanço de 2014 e as perspectivas do mercado imobiliário para 2015, as mudanças do cenário financeiro imobiliário e a nova personalidade jurídica do corretor de imóveis, o ‘corretor associado’. O seminário contou com participação, entre outras personalidades, do deputado federal Edinho Bez, que teve importante atuação nos trabalhos que resultaram na lei que criou o corretor associado; Lucimar Alves Elias, presidente do Sindimóveis-GO; Ioav Branche, presidente do Secovi-Goiás; Marcos Augusto Netto, presidente do Secovi-MS; e Oscar Hugo Guimarães, presidente da entidade que sediou o evento, o Creci-GO. Na oportunidade, vários dos presentes foram homenageados, entre eles, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, que recebeu uma placa.

 

 

MARÇO

MULHER CORRETORA DE IMÓVEIS – O site da Fenaci no dia 6 de março trouxe post mostrando o crescimento cada vez maior da participação feminina na corretagem imobiliária, profissão que até bem pouco tempo era dominada pelos homens e onde hoje a presença das mulheres beira os 50%. Entre as entrevistadas, Marly da Silveira Ferreira, corretora de imóveis desde 1976, e primeira mulher a assumir a presidência do pioneiríssimo Sindicato dos Corretores de Imóveis do Município do Rio de Janeiro. Fundado há 78 anos, o sindicato carioca surgiu antes da regulamentação da profissão de corretor de imóveis e teve presença fundamental na criação de outras entidades, como os Creci’s, o Cofeci e a própria Fenaci. Leia post na íntegra

ENCONTRO DO MERCADO IMOBILIÁRIO – Dia 12/3, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, falou a empresários e profissionais do setor, no Encontro Secovi do Mercado Imobiliário de Bauru e Região. Na oportunidade, o presidente da Fenaci abordou a situação do mercado imobiliário e suas perspectivas, comentando também aspectos de recentes alterações na legislação federal que trazem benefícios ao corretor de imóveis, como a inclusão no Simples e o corretor associado. Na ocasião, o presidente da Fenaci visitou o “Jornal da Cidade”, acompanhado de Riad Elia Said, diretor-regional do Secovi-Bauru, e Flavio Amary, vice-presidente do interior do Secovi-SP.

59º ENCONTRO ABMI – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, falou, no dia 20/3, sobre a Lei do Corretor Associado, em mesa-redonda que integrou o evento realizado pela Associação Brasileira do Mercado Imobiliário, em Aracaju, Sergipe.

CORRETORES CONTRA A DENGUE – Ainda em março o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, pediu o auxílio dos 26 sindicatos filiados à entidade, no sentido de os corretores de imóveis de todo o Brasil se engajarem na campanha contra a dengue. “Às vezes no seu dia a dia o corretor se depara com terrenos baldios e imóveis ou obras em situação de abandono, prováveis focos do mosquito da dengue, devendo comunicar tais constatações às autoridades se desconhecer quem são os proprietários. No caso dos imóveis que visita para captação ou naqueles que estão aos seus cuidados para venda, deve cuidar para que tudo esteja dentro das orientações de prevenção ditadas pelos órgãos de saúde”, explicou.

ABRIL

26º CONACI NO AR – Com vistas a iniciar os preparativos para o 26º Congresso Nacional de Corretores de Imóveis (XXVI Conaci), que acontecerá em 2016, no Mato Grosso do Sul, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, esteve, entre os dias 30/3 e 1/4 nas cidades de Campo Grande e Bonito, onde conversou com autoridades municipais e estaduais. O Conaci é um evento promovido a cada dois anos pela Fenaci e o sindicato do Estado onde o congresso se realiza, no caso o Sindimóveis-MS, presidido à época por James Antonio Gomes.

Entre os contatos mantidos no Mato Grosso do Sul, o presidente Joaquim Ribeiro conversou com Matheus Dalzackder, da secretaria estadual de Turismo do MS, a gerente do Centro de Convenções de Campo Grande, Patrícia Costa, e o prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito.

ENCONTRO COM O MINISTRO KASSAB – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, esteve reunido dia 10/4 com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab. No encontro, que aconteceu na cidade São Paulo, Joaquim pediu o apoio de Kassab para projetos que a Fenaci estava iniciando em prol dos corretores de imóveis. O ministro mostrou-se bastante receptivo às propostas apresentadas.

FRENTE PARLAMENTAR – O 1º vice-presidente da Fenaci, José Maria Cavalcante Lima, do Ceará, participou na noite de 14/4, no restaurante do Anexo 4, de jantar de lançamento da Frente Parlamentar Mista do Mercado Imobiliário. O grupo, que iniciou contando com o apoio de quase 200 deputados e 30 senadores, seria presidido pelo deputado Izalci.

MAIO

PALESTRA EM PIRACICABA (SP) – "As novas relações entre imobiliária e corretores após a Lei do Corretor Associado" foi o tema de palestra que o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, proferiu em 7/5, durante evento do mercado imobiliário na cidade de Piracicaba, no Estado de São Paulo.

RIGOR COM RECURSOS DA POUPANÇA – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, enviou ofício ao presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, ao diretor de Fiscalização da entidade, Anthero Meirelles, e também à presidente Dilma Rousseff, solicitando maior rigor na fiscalização do cumprimento, pelos bancos privados, da Resolução 3.932/2010, pela qual o BC obriga as instituições integrantes do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) a destinar 65% do saldo da poupança ao crédito imobiliário. Protocolado junto ao Banco Central e junto à Presidência da República, na manhã de 7/5, em Brasília, o documento destacava que recentemente, um grande número de brasileiros vira ficar mais distante o sonho da casa própria diante das medidas de restrição de crédito imobiliário baixadas pela instituição que detém 70% desse mercado.

MISSA PELOS 37 ANOS DA LEI 6.530 – Joaquim Ribeiro, presidente da Fenaci, participou de missa pelos 37 anos da Lei 6.530, que reuniu a diretoria do Sindicato dos Corretores de Imóveis no Estado de São Paulo (Sciesp), na Catedral da Sé, em São Paulo, dia 12/5.

AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou como convidado, na noite de 12/5, em São Paulo, de reunião da Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS), instituto com origem no Reino Unido, que está no Brasil desde 2011 e trabalha em cooperação com membros e entidades nacionais no sentido elevar o padrão de excelência profissional das atividades que compõem o ciclo imobiliário. Na oportunidade foi apresentado o relatório “RICS Futures”, que discute questões relativas à credibilidade do setor imobiliário, por meio de diversos instrumentos, entre eles o Valuer Registration Scheme (VRS), um sistema para garantir a qualidade das avaliações e aumentar a credibilidade de avaliadores.

CRÉDITO DE CONSORCIADOS – As gestões do presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, junto à Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios) para uma campanha no sentido de incentivar a aplicação dos recursos de mais de 100 mil contemplados por consórcios imobiliários foi o assunto principal da coluna Conexão Fenaci de maio, publicada no jornal “O Estado de S.Paulo”.

FEIRÃO DA CAIXA – No dia 23/5, Joaquim Ribeiro, presidente da Fenaci, foi presença de destaque na abertura do Feirão de Imóveis Caixa de São José do Rio Preto (SP)

“FÓRUM SINDICALISMO, POLÍTICA E CIDADANIA” – A Fenaci, através de seu presidente Joaquim Ribeiro e de dirigentes de sindicatos de corretores de imóveis, foi representada no encontro que aconteceu nos dias 28 e 29/5, em São Paulo. Promovido pela CNPL (Confederação Nacional das Profissões Liberais), por meio do seu Comitê de Formação, o fórum debateu assuntos voltados ao universo do sindicalismo, da política e da cidadania.

R$ 22,5 BI NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO – A notícia foi manchete na edição de 29/5 do jornal “O Estado de S. Paulo”: em meio à falta de recursos para o crédito da casa própria, o Banco Central (BC) decidiu liberar bancos para usar parte dos depósitos compulsórios em operações de financiamento habitacional. Com essa alteração na exigibilidade do dinheiro que os bancos são obrigados a manter no BC, foram liberados cerca R$ 22,5 bilhões dos depósitos da poupança para desembolsos nas operações de financiamento habitacional. A medida integrou o pacote de socorro ao crédito imobiliário, antecipado pelo ‘Estadão” em sua edição de 15/5, e contemplou sugestão que a Fenaci havia feito recentemente, através de Joaquim Ribeiro, presidente da entidade, que, uma semana antes, se manifestara sobre a liberação de parte do compulsório dos bancos.

 

 


JUNHO


CORRETOR DO ANO NO PARANÁ – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou na noite de 11/6, em Curitiba, da festa de entrega da 15ª edição do Prêmio Corretor do Ano, promovido pelo Sindicato dos Corretores de Imóveis no Estado do Paraná (Sindimóveis-PR), presidido por Daniel Fuzetto.

O prêmio, referente a 2014, foi vencido pela corretora de imóveis Isabel Cristina Maestrelli. Em suas palavras, o presidente da Fenaci destacou a importância da premiação como incentivo ao aprimoramento profissional e ressaltou a crescente participação feminina na categoria, que hoje beira os 50%. A festa de premiação, que aconteceu no restaurante Dom Antônio, em Santa Felicidade.

SINDICATOS NO ENCONTRO DA UGT – Com a presença de três mil sindicalistas de todos os Estados do Brasil, do Distrito Federal e observadores convidados de quatro continentes, a União Geral dos Trabalhadores (UGT) abriu o seu 3ª Congresso Nacional no dia 16/6, no Palácio das Convenções, do Anhembi, em São Paulo. Filiada à central, a Fenaci marcou presença no evento com o presidente Joaquim Ribeiro e dirigentes de sete Sindicatos de corretores de imóveis. Na solenidade de abertura, que contou, entre outras autoridades, com a presença do governador Geraldo Alckimin, e personalidades como o ex-senador Pedro Simon, o Hino Nacional foi cantado por Fafá de Belém.

FENACI NO TOP IMOBILIÁRIO – O Presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou na noite de 16/6, da festa de premiação do Top Imobiliário, promovido pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em parceria com o Secovi-SP e a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp). Na 22ª edição do prêmio, centenas de empresas, em cada segmento, disputaram o título de campeã, produzindo e negociando o lançamento de 51 mil imóveis no ano de 2014. Foram 31,7 mil unidades na capital e 19,2 mil na Grande São Paulo. O valor geral de vendas (VGV) chegou a R$ 28,8 bilhões, segundo Embraesp. Na oportunidade, Francisco Mesquita Neto, diretor-presidente do Grupo Estado, e Flávio Pestana, diretor-executivo comercial, apresentaram novidades do Estadão para setor imobiliário: uma campanha publicitária em diversas mídias para alavancar as transações e a compra, pelo Grupo Estado, da plataforma Moving, que marca a retorno da empresa aos classificados digitais.

FENACI REÚNEM 3 MINISTROS EM 2 DIAS –  Três ministros de Estado prestigiaram a Fenaci em reuniões de trabalho realizadas em Brasília, nos dias 23 e 24/6: Guilherme Afif Domingos, então titular da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República; Manoel Dias, à época à frente  do Ministério do Trabalho e Emprego; e Gilberto Kassab, que era e continua como ministro das Cidades.

Fato inédito na história da entidade, a presença de três ministros em dois dias de reuniões da Fenaci mostrou o crescente grau de visibilidade que vem sendo alcançado pelos corretores de imóveis e serviu para ressaltar alguns projetos e anseios da categoria, como um convênio nacional com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e, depois da conquista do Simples, a inclusão também no MEI – Microempreendor Individual.

ENCONTRO DE MERCADO EM RIO PRETO – No dia seguinte aos eventos em Brasília, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, falou durante Encontro Secovi do Mercado Imobiliário de São José do Rio Preto, que aconteceu na noite de 25/6. Acompanhado por mais de 170 pessoas, o evento reuniu o então vice-presidente do Interior do Secovi-SP, Flavio Amary; o economista-chefe do Sindicato, Celso Petrucci; e o diretor Regional da entidade na Região, Alessandro Nadruz.



 

 

 

JULHO

EM DEFESA DA MULHER CORRETORA – A Fenaci encaminhou à Rede Globo de Televisão nota onde manifestou a indignação de todos os dirigentes de sindicatos de corretores de imóveis a ela filiados e em especial das mulheres que exercem a profissão, por conta de uma cena da novela “Verdades Secretas”, levada ao ar na noite de 3/7. Na cena, a atriz que interpretava uma corretora de imóveis, depois de passar uma cantada malsucedida no cliente, afirmava gostava do seu trabalho por permitir que fizesse sexo ocasional sem o conhecimento do marido.

A nota, assinada pelo presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, ressaltou o fato de se tratar de obra de ficção, mas exigiu que se aja de maneira mais responsável, não fazendo insinuações que possam ser interpretadas como prática geral por parte de determinados profissionais, no caso as corretores de imóveis. Os Sindicatos filiados à Fenaci também enviaram notas de repúdio às emissoras regionais filiadas à Rede Globo. A indignação da categoria foi compartilhada por profissionais especializados em críticas a programas televisivos, tendo se espalhado pelo País inteiro. Confira

EM 1ª MÃO EM REUNIÃO DA FENACI – A boa-nova anunciada pelo Banco do Brasil ontem 22/7 fora antecipada pelo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, no dia 24/6, em Brasília, quando prestigiou a Assembleia Geral Ordinária da Fenaci, juntamente com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab. Tratava-se de uma nova linha de crédito – a Pró-Cotista, com recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do FGTS – para compra da casa própria, onde o banco financiaria até 90% do valor do imóvel novo ou usado (para imóveis de até R$ 400 mil), em até 30 anos, com taxa de juros de 9% ao ano.

 

AGOSTO

EM DEFESA DO MEI PARA O CORRETOR – O presidente da Fenaci foi à Câmara dos Deputados e ao Senado, dia 5/8, munido de ofício onde pedia que fosse suprimido do PLP 25/2007, parágrafo 4º, inciso I que integra o artigo 18A, a palavra “CORRETOR” e a frase “qualquer tipo de intermediação de negócios ou de consultoria”. Com a ajuda de alguns parlamentares, Joaquim Ribeiro conseguiu eliminar o dispositivo incluído num projeto de lei que anularia a possibilidade de um dia os corretores de imóveis passarem a ser incluídos no MEI, Microempreendedor Individual.  Lucas Vergílio, deputado federal pelo SD/GO, foi um dos congressistas contatados.

1º SEMINÁRIO IMOBILIÁRIO DO MS – Perante um excelente público, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, na noite de 24/8, em Campo Grande, fez a palestra de abertura do 1º Seminário Imobiliário do Mato Grosso do Sul, promovido pelo Sindimóveis-MS. Aproveitando sua visita a Campo Grande, Joaquim Ribeiro, manteve contato com o secretário estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação do MS, Athayde Nery. O encontro, que reuniu também assessores ligados à secretaria, o presidente do Sindimóveis-MS, James Gomes, e diretores da entidade sindical, teve como motivação discutir assuntos relacionados ao 26º Congresso Nacional de Corretores de Imóveis (Conaci), que deverá acontecer em 2016 no Mato Grosso do Sul.




1º FORECI DO ANO E PARCERIA –
Através do sindicato da categoria no Estado, os corretores de imóveis cearenses passaram a poder indicar negócios para o Banco PAN. A parceria para um projeto-piloto nesse sentido, envolvendo o banco, o Sindimóveis-CE e  a Fenaci, foi formalizada em 27/8, durante o Fórum dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci) realizado em Fortaleza.  “Esse piloto é importante porque nós vamos aqui testar todos os fluxos e as orientações, antes de estender o projeto para o restante do País. Em resumo: é indicação de negócios de crédito fácil, ou seja o home equity, financiamento para quem já tem imóvel e pode dispor dele como garantia”, explica Maurício Antônio Quarezemin, diretor-imobiliário da instituição e um dos palestrantes do evento.

Uma missa de ação de graças pelo Dia do Corretor de Imóveis abriu o Foreci Fortaleza, que reuniu especialistas para debater assuntos relacionados à atividade de corretagem de imóveis e ao mercado imobiliário. Flávio Amary, vice-presidente do Interior do Secovi-SP, fez a primeira palestra do dia, traçando um panorama do mercado imobiliário nacional, onde apresentou números do País e também informações acerca da Região Nordeste. Em seguida, Angel Muñoz, representante para a América do Sul do Consórcio Internacional de Associações de Bens Imóveis (Icrea), mostrou o que vai pelo mundo em termos de mercado imobiliário. O Icrea congrega 45 entidades do setor no planeta, entre elas, a Fenaci.

Crédito imobiliário e financiamento foi o tema explorado por Fernando Magesty Silveira, consultor da Vice-Presidência de Habitação da Caixa.  O mesmo tema também teve palestra de Maurício Quarezemin, do Banco PAN. Paulo Melchor, sócio-diretor da VMD3 Consultores Associados, abordou questões relativas a tributação. Joaquim Ribeiro, presidente da Fenaci, corretor de imóveis desde 1978 usou sua vasta experiência na profissão para demonstrar aos presentes como vender em tempos de crise.

A fonoaudióloga, doutora e PhD Mara Behlau fechou em grande estilo o evento tratando de “Motivação e Comunicação para Liderança e Negócios”.

SETEMBRO

NOVO MARCO DA CORRETAGEM – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, foi um dos debatedores, dia 1/9, no Secovi-SP, em São Paulo, do painel “Novo marco regulatório da corretagem imobiliária: a mudança de paradigma na comercialização”, onde foram discutidos a Lei do Corretor Associado, o enquadramento dos corretores no Simples Nacional e a portaria que regulamenta o pagamento de corretagem imobiliária.

O debate, que fez parte da Convenção Secovi 2015, realizada de 30/8 a 2/9, teve a coordenação de Marcos Lopes, vice-presidente de Comercialização e Marketing do Secovi-SP, reunindo, além do presidente da Fenaci, João Teodoro da Silva, presidente do Cofeci (Conselho Federal de Corretores de Imóveis); Flavio Prando, vice-presidente de Habitação Econômica do Secovi-SP; Claudia Francisco Brito Marzagão, coordenadora de assuntos jurídicos da Vice-Presidência de Comercialização e Marketing do Secovi-SP; e Marcelo Manhães de Almeida, presidente da Comissão de Direito Urbanístico da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção São Paulo (OAB/SP).

FENACI NO MASTER IMOBILIÁRIO – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou na noite de 2/9, no Clube Monte Líbano, em São Paulo, da festa de entrega de troféus aos vencedores da 21ª edição do Prêmio Master Imobiliário, promovido pelo capítulo brasileiro da Federação Internacional das Imobiliárias (Fiabci) e pelo Secovi-SP. Joaquim Ribeiro entregou troféus para Pedro Cesarino, presidente da Publicidade Archote, e Gonzalo Fernandez Rodriguez, presidente da Fenandez Mera Negócios Imobiliários, vencedores na categoria Profissional, Marketing.

Com o slogan “Tijolo moeda forte, ontem, hoje e sempre”, a Archote apresentou uma proposta de campanha à Fernandez Mera que aceitou e, em parceiria com o Grupo Estado, os anúncios publicitários de valorização do imóvel foram lançados nas plataformas on-line e mobile do jornal Estadão.

Ao todo, a 21ª edição do prêmio distribuiu 20 troféus, sendo 7 na categoria Empreendimentos, 12 na Profissional e um hors concours.

FENACI ADERE A COALIZÃO PELA ÉTICA – Na noite de 2/9, ainda na sala VIP, pouco antes da solenidade de entrega dos troféus aos vencedores da 21ª edição do Prêmio Master Imobiliário, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, diante de Peter Bolton King, diretor global do Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS), assinou a adesão da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis à International Ethics Standard (IES), uma coalizão mundial que está elaborando o Código de Ética para o mercado imobiliário no planeta. Formada por organizações não governamentais do mundo inteiro, a IES tem entre as entidades coligadas, entre outras, a própria RICS, o International Consortium of Real Estate Associations (ICREA), a International Real Estate Federation (FIABCI), o Secovi-SP e, agora, também a Fenaci.

PRESENÇA DA FENACI NO ENBRACI – O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou na tarde de 14/9 da abertura oficial da sétima edição do Enbraci (Encontro Brasileiro dos Corretores de Imóveis), realizado em paralelo com a IV Convensi – Convenção Anual do Sistema Cofeci-Creci – e com o CIMI 2015 – Congresso Internacional do Mercado Imobiliário. A Fenaci, que esteve entre as entidades apoiadoras dos eventos, que foram realizados de 13 a 15/9, em Curitiba (PR), montou por lá um estande para divulgar o XXVI Congresso Nacional de Corretores de Imóveis (Conaci), previsto para 2016, no Mato Grosso do Sul. O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, participou de uma série de atividades, entre elas a solenidade de entrega do Prêmio Corretor do Ano 2015.

FENACI EM PAINEL DO CONAMI – No dia 30/9, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, foi um dos palestrantes do painel “A relação entre a imobiliária e o corretor por meio do instituto do corretor associado”, realizado  em Florianópolis (SC), dentro da programação do 18º Conami (Congresso Nacional do Mercado Imobiliário). Do painel participam também Marcos Augusto Neto, presidente do Secovi-MS, e Adilson Cordeiro, presidente do Conselho Regional dos Contabilistas (CRC-SC). Realizado no Hotel Majestic, na capital de Santa Catarina, o evento é uma promoção do Secovi Florianópolis e Tubarão.

 

 

 

 

 



OUTUBRO

LUTA PARA INCLUSÃO NO MEI – A vice-presidente da Fenaci para a Região Norte, Jane Picanço de Farias Lima, representou a entidade, no dia 8/10, em Brasília, na reunião da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário (ABMI), com Mauro Borgéa, da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, em mais uma ação com vistas a enquadrar o corretor de imóveis como Microeempreendedor Individual (MEI).

SAÍDAS PARA A CRISE EM DEBATE – Iniciado com êxito em Forteleza (CE), o Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci) teve sua segunda edição no ano em Vitória (ES), no Hotel Senac Ilha do Boi, dias 1 e 2/10.

“Num momento especialmente delicado da economia e do mercado imobiliário, o Foreci Vitória reuniu palestrantes de alto nível para abordar temas significativos ao corretor de imóveis, como alternativas de crédito para o setor, situação atual e perspectivas macroeconômicas do País, sem esquecer um assunto regional muito importante que são os terrenos de marinha. Tudo isso, permeado por apresentações inspiradoras voltadas ao aprimoramento pessoal e profissional, como controle da mente e atitudes de empreendedorismo”, resumiu ao fim do evento Joaquim Ribeiro, presidente da Fenaci, que abriu as palestras mostrando como vender num mercado competitivo e economicamente instável.

A cargo da jornalista Denise Campos de Toledo, que realizou a segunda palestra, ficou a análise da macroeconomia nos dias atuais e suas perspectivas. O travamento da economia por conta da crise política e seus desdobramentos no mercado imobiliário foi um dos aspectos levantados por Denise, para quem o importante no momento é recuperar a confiança do potencial comprador de imóveis.

Para falar sobre crédito imobiliário e financiamento, a Fenaci e o Sindimóveis-ES, promotores do evento, foram buscar dois craques no assunto: o diretor-imobiliário do Banco PAN, Maurício Quarezemin, e o consultor da Vice-Presidência de Habitação da Caixa, Fernando Magesty.

Os terrenos de marinha e como eles afetam o mercado imobiliário e o trabalho do corretor de imóveis capixaba entraram na pauta das discussões do Foreci Vitória, na palestra do atual presidente do Creci-ES, Aurélio Cápua Dellapícula.  De acordo com Dellapícula, a incidência da taxa de laudêmio e burocracias que oneram, dificultam e retardam o processo de venda e compra são entraves às transações imobiliárias que precisam ser eliminados.

As atitudes que se esperam de um empreendedor foram detalhadas na apresentação do professor Nailor Marques Júnior, coaching credenciado, autor de 30 livros e um dos mais renomados palestrantes do País, com cerca de 1.900 trabalhos realizados no Brasil e no exterior. Palestrante em mais de 150 eventos voltados a corretores de imóveis, ele aconselhou: “Se os corretores tiverem que se especializar em alguma coisa, eu diria: sejam especialistas em pessoas; são elas que fazem negócios.”

“Controle da Mente” foi a palestra do neurocirurgião e diretor do Centro do Cérebro e Coluna de São Paulo José do Rio Preto (SP), Eduardo Carlos da Silva. Ele definu numa só frase a importância do tema: “O controle da mente permite ser o senhor e não o servo das emoções.”

O Foreci realizado em Vitória foi a 17ª edição do evento, que pela primeira vez aconteceu no Estado do Espírito Santo. O Sindimóveis-ES é presidido por Maria Elizabeth de Oliveira, primeira mulher a ocupar tal cargo no sindicato capixaba. O sucesso do evento começou já na solenidade de abertura, realizada na noite de 1/10, reunindo personalidades como a subsecretária do Desenvolvimento do Espírito Santo, representando o governador Paulo Artung; o vereador por Vitória e também corretor de imóveis, Davi Ismael; o deputado estadual Hudson Leal; o presidente do Sistema Cofeci-Creci, João Teodoro da Silva; e o presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL), Carlos Alberto Schimidt Azevedo.

FÓRUM DE FOI SUCESSO TAMBÉM EM SP – Realizado na capital paulista, no dia 22/10, o 18º Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci) alcançou sucesso semelhante às edições em Fortaleza, Ceará, em 27/8, e Vitória, Espirito Santo, nos dias 1 e 2/10.

Para o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, eventos dessa natureza são extremamente importantes, em especial no momento delicado vivido pela economia do País.  “Os corretores de imóveis, como tem sido demonstrado nos Foreci’s, não estão de braços cruzados, mas, sim, buscando saídas para as dificuldades, pois a experiência nos mostra que nessas ocasiões é que surgem as oportunidades de crescimento”.

Além do economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, que traçou um panorama do mercado imobiliário em ternos nacionais e regionais, o Foreci São Paulo, reuniu o mestre em economia e doutor em administração Samy Dana, que analisou o momento econômico e apontará perspectivas; Fernando Magesty Silveira, consultor da Vice-Presidência de Habitação da Caixa, e Maurício Quarezemin, diretor-imobiliário do Banco PAN, que trataram de crédito imobiliário e financiamento;  o advogado e MBA em negócios imobiliários, Paulo Roberto Xavier,  que explicou todos os detalhes que envolvem a documentação imobiliária;  e Beth Martins, psicóloga e consultora em recursos humanos, que mostrou como utilizar a inteligência emocional para vencer as adversidades e obter melhores resultados.

ASSEMBLEIA EM BRASÍLIA E REELEIÇÃO – Nos dias 26 e 27/10, a Fenaci reuniu em Brasília os representantes dos sindicatos de corretores de imóveis que compõem o Conselho Deliberativo da entidade para a realização de uma Assembleia Geral Ordinária. Na mesma ocasião, no dia 27/10, o atual presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, foi eleito para mais um mandato à frente da Federação.

A Assembleia aconteceu na sede da Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL), tendo na ordem dia, além da leitura, discussão e aprovação da AGO de 24 de junho deste ano, discussões sobre os valores, para 2016, da Anuidade Associativa, da Contribuição Sindical e da Contribuição Confederativa, bem como análise e aprovação da Previsão Orçamentária para o exercício de 2016, acompanhada do Parecer do Conselho Fiscal.

No item assuntos gerais, foram tratados diversos temas de importância para cotidiano da categoria, tais como questões relativas à aplicação da Lei do Corretor Associado e o acompanhamento de projetos que tramitam pelo Legislativo.

No dia 27/10, Joaquim Ribeiro foi reeleito presidente da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis (Fenaci), encabeçando chapa única, denomina “Ação e Transparência”. Ribeiro foi eleito presidente da Fenaci em 2012 para o triênio 2013-2016. Em 31 de março de 2016, Joaquim Ribeiro e a diretoria que comporá sua nova gestão deverão ser oficialmente empossados para o triênio 2016-2019.

outubro01

 

NOVEMBRO

CORRETORES LEVAM O BRASIL AO MUNDO – De 9 a 16/11, os corretores de imóveis brasileiros e o País estiveram muito bem representados em eventos internacionais do mercado imobiliário que costumam acontecer nos Estados Unidos. O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, e uma comitiva do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Paraná (Sindimóveis-PR) participaram ativamente do International Real Estate Congress, da conferência anual da NAR (National Association Realtors) e da assembleia do Icrea (International Consortium of Real Estate Associations).

Em Miami, no International Real Estate Congress, no dia 10/11, o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, falou sobre o mercado imobiliário brasileiro durante o painel denominado International Marketing Briefings, que contou ainda com apresentações sobre as tendências do setor na França, na Costa Rica e na Espanha. Na plateia corretores de imóveis e investidores dos EUA, França, Espanha, Argentina, Venezuela, Costa Rica, Equador e Peru.

Depois o presidente Joaquim Ribeiro viajou para San Diego, na Califórnia, onde participou como debatedor, na tarde de 11/11, de um painel internacional sobre mercado imobiliário. O debate, que fez parte do International Real Estate Congress, foi mediado por Teresa Kinney, CEO da Miami Association of Realtors, associação de corretores de imóveis que promoveu o evento juntamente com a Greater San Diego Association of Realtors. Além do Brasil, estiveram representados no debate Inglaterra, Costa Rica, Dubai, EUA, Japão e México.

Em San Diego, Ribeiro participou também da conferência e da exposição que a NAR realiza anualmente nos EUA. Ao lado de representantes do mercado imobiliário do Brasil e de outros países, o presidente da Fenaci acompanhou a posse do novo presidente entidade, Tom Salomone, que assumiu no lugar de Chris Polychron.  A NAR reúne 1,2 milhões de associados e tem sede em Illinois, nos EUA.

Ainda durante eventos da NAR, Ribeiro tomou parte, ao lado de outros integrantes da delegação brasileira, de uma reunião no International Business Center. Por fim, o presidente da Fenaci e a comitiva do Brasil marcaram presença na assembleia do Icrea, cujo novo chairman é o canadense Dale Ripplinger. O Icrea é um consórcio internacional de associações imobiliárias, e a Fenaci é parceira da entidade no Brasil.

Segundo constatou Ribeiro nestes eventos, o interesse dos investidores do exterior pelo mercado imobiliário do País ainda se mantém forte. “E isso acontece não só pela elevação do preço do dólar, que propicia excelentes ofertas em termos de imóveis. Mas também pelo potencial representado por um país continental como o Brasil, com uma população predominantemente jovem e muita coisa por se fazer na área imobiliária. Os investidores sabem que quem fizer negócios agora vai sair na frente quando a situação político-econômica se normalizar”, avaliou o presidente da Fenaci.

COM CONGRESSISTAS EM BRASÍLIA – O presidente Joaquim Ribeiro esteve em Brasília no dia 25/11, onde participou de reunião da CNPL, que tratou da questão do financiamento das entidades sindicais. Na oportunidade, juntamente com o presidente da CNP, Carlos Alberto Schimitt Azevedo, esteve com o deputado Paulo Pereira (SD-SP), o “Paulinho da Força”, e com o deputado Bebeto (PSB-BA), que são, respectivamente, presidente e relator da Comissão Especial de Custeio das Entidades Sindicais, criada no âmbito da Câmara dos Deputados para debater a matéria. Com os deputados, o presidente Joaquim tratou de assuntos pertinentes à categoria.