Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

BÔNUS PARA REDUZIR ANUIDADE É PROPOSTA DA 1ª MULHER
A PRESIDIR SINDIMÓVEIS-MS PARA ATRAIR MAIS ASSOCIADOS

Pela primeira vez, em 53 anos de existência, o Sindicato dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul (Sindimóveis-MS) será presidido por uma mulher: Marta Recalde, que há 12 anos mantém uma empresa de venda e locação imobiliária na capital do Estado, Campo Grande.  A proposta principal de Marta é implantar um sistema de bônus em parceria com empresas de comércio e serviços, para que o corretor de imóveis sindicalizado possa reduzir e até mesmo zerar sua anuidade sindical.

“A ideia é que o Sindimóveis-MS faça convênios, por exemplo,  com postos de gasolina, padarias e outras empresas, incentivando os corretores de imóveis sindicalizados a consumirem nos locais conveniados e, assim, somar bônus que serão utilizados na hora de recolher a anuidade do sindicato. De repente, os bônus podem até zerar a anuidade e servir para custear outras obrigações, como a Contribuição Sindical,” explica Marta, reforçando que o sistema funcionaria como um incentivo a mais à sindicalização, uma vez que boa parte dos mais de 4,5 mil corretores de imóveis que atuam no Estado não está associada à entidade.   

Marta, que tomou posse no início de janeiro após o término do mandato de James Gomes, foi atraída para a profissão há 25 anos, quando ainda trabalhava como secretária na reitoria da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

“Não havia muito o que fazer na minha função e como eu sempre gostei de vendas, um dia um amigo me sugeriu que eu entrasse para o ramo da corretagem imobiliária. Fiz o curso e já iniciei fazendo bons negócios. Tive alguns altos e baixos inerentes à profissão, mas consegui reverter e superar os obstáculos. No início, cheguei até a tentar deixar a profissão, mas as pessoas me chamavam de volta, porque eu nunca fiquei um mês sem um cliente diferente, sem alguém que me indicasse para um novo negócio”, conta a presidente do Sindimóveis-MS..

EXPERIÊNCIA FUNDAMENTAL – Na vida sindical, onde está há 15 anos, Marta iniciou-se ao ser nomeada diretora social e, depois devidamente efetivada na função, atuou por três gestões. “Acho fundamental que todos os corretores de imóveis passem por uma entidade de classe, porque é ali que a gente vai aprender, trocar experiências e se reciclar profissionalmente”, comentou, destacando que, para seu trabalho à frente do Sindimóveis-MS, espera contar com o apoio da Fenaci, pois “sozinho o sindicato não chega a lugar nenhum” e é importante ter o respaldo de uma federação para as questões que envolvam temas de amplitude nacional.

Por falar em termos de Brasil, Marta lembra que para setembro deste ano está prevista a realização no Mato Grosso do Sul do 26º Congresso Nacional de Corretores de Imóveis (Conaci), que deverá acontecer em Bonito. “Sei que o evento vai requerer muito esforço, mas vamos nos empenhar ao máximo, para, juntamente com a Fenaci, realizar um excelente Conaci”, afirma.

O presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, ressaltou o fato de mais uma mulher vir a ocupar a presidência de um sindicato de corretores de imóveis e afirmou que a entidade estará sempre de portas abertas.  

“Dos 26 sindicatos filiados à Fenaci, com a entrada de Marta, seis são presididos por mulheres. Isso é muito importante, pois demonstra que as entidades sindicais estão em sintonia com o que acontece com a sociedade, onde cada vez mais as mulheres conquistam seu merecido espaço. Quanto ao respaldo da Fenaci, não só o Sindimóveis-MS, como os demais tem livre trânsito junto à entidade, pois lutar pelos interesses da categoria e pelo seu aprimoramento é o objetivo principal da Federação”, afirma Ribeiro.