Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

XXII Conaci - Congresso Nacional de Corretores de Imóveis

Imprimir

17 a 20 de setembro de 2008 - Fortaleza -CE

XXII CONACI - Congresso Nacional de Corretores de Imóveis
17 a 20 de setembro de 2008
Centro de Convenções do Gran Marquise Hotel / Fortaleza -CE

CARTA DE FORTALEZA

Os corretores de imóveis de todo o País, reunidos em Fortaleza, Ceará, de 17 a 20 de setembro de 2008, em seu vigésimo segundo Congresso Nacional – XXII CONACI – avaliam o atual momento do mercado imobiliário como um dos melhores já vividos pela categoria, ao mesmo tempo que mostram preocupação com a necessidade de os governos federal, estaduais e municipais adotarem medidas mais efetivas para sanar o grave problema do déficit habitacional que atinge, principalmente, a camada menos favorecida da população.

As excelentes perspectivas do País, mesmo diante das incertezas na área financeira internacional, trazem uma série de desafios para a categoria, onde se destacam a necessidade do constante aperfeiçoamento e qualificação profissional. Neste aspecto, chama atenção a crescente participação da mulher que já alcançou  30% dos profissionais na atividade imobiliária. A conquista deste espaço se refletirá na participação feminina nos movimentos classistas, ampliando a discussão de temas como segurança e melhoria nas condições de trabalho.

Se a palavra do ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello e do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, durante o CONACI, ampliou a visão sobre temas jurídicos e financeiros, ao mesmo tempo mostrou que o País precisa amadurecer no cumprimento das leis e que o equilíbrio fiscal é essencial para garantir a continuidade do crescimento da economia nacional.

O desenvolvimento sustentável deve ser incorporado aos princípios básicos dos negócios imobiliários, com foco cada vez maior em colocar os aspectos ambientais  na avaliação dos impactos econômicos e sociais dos empreendimentos. Os corretores de imóveis querem ser agentes ativos de educação e conscientização sobre sustentabilidade à atual e às futuras gerações.

Confiamos que os futuros prefeitos, a serem eleitos em outubro próximo, sejam importantes agentes de mudança, integrando-se aos governos federal e estadual no esforço para diminuir o enorme déficit habitacional que, a continuar a atual situação, atingirá a 55 milhões de brasileiros, em 2020. São os municípios que mais sentem o drama das subhabitações, onde já moram precariamente, 12 milhões de pessoas, em locais de alto risco, ou loteamentos irregulares. Os corretores de imóveis colocam toda sua experiência à disposição das autoridades para auxiliar na redução deste drama social que compromete os níveis mínimos de segurança, saúde e educação.

Fortaleza, 20 de setembro de 2008

José Maria Cavalcante Lima
Presidente do XXII CONACI

Fotos do Evento